novembro 09, 2006

Meu Deus, não vejo nada!!!

O súbito arrefecimento das temperaturas na Renânia do Norte-Vestefália, na Alemanha, provocou esta semana um corte no fornecimento de energia que afectou vários países da Europa Ocidental, principalmente em Franla, mas também nalgumas zonas de Portugal. E como a Électricité de France concluiu que “não se esteve longe de um apagão a nível europeu”, vou ensinar os leitores a reagirem com calma a semelhante possibilidade.

- Estacione o seu automóvel à porta de casa e acenda os máximos. Este truque funciona, desde que a sua família consiga fazer tudo – cozinhar, dormir, necessidades, etc – no corredor. Se os ingleses conseguiram fazê-lo nos túneis do metropolitano de Londres, você também consegue;
- Por falar nisso, refugie-se nos túneis do Metro de Lisboa. Mas não entre na estação do Rossio, a não ser que saiba nadar muito bem. Uma vez nos túneis, peça conselhos de sobrevivência aos sem-abrigo que lá pernoitam constantemente. Não apenas pode aprender dicas valiosas como ajuda a elevar a auto-estima daqueles. Lembre-se: um sem-abrigo não quer o seu dinheiro, apenas quer o seu respeito (ou pelo menos é o que garantem as campanhas publicitárias);
- Acenda um Zippo em sua casa. Isto pode fazê-lo sentir-se um marine, mas resista à tentação de incendiar a garagem do seu vizinho. Por muito que se sinta um GI Joe, você não está no Vietnam.
- Por muito que admire a vida do Ernest Hemingway, não entre em desespero com a escuridão que o rodeia e espalhe os seus miolos pela parede da sala. Até porque não seria justo para com a sua mulher descer do quarto e, no meio do breu, pisar coisas esponjosas que ela poderia confundir com os restos da salada russa que comeram ao jantar;
- Dizem que Deus é luz. Caso seja ateu, converta-se ao cristianismo, judaísmo ou islamismo. Talvez valha a pena converter-se ao budismo. Apesar de os budistas não dizerem que Deus é luz, dizem que Deus é todas as coisas, pelo que, tecnicamente, para os budistas, Deus pode ser um gerador;
- Caso viva perto da fronteira com a Espanha, mergulhe toda a sua família, qual João Baptista, no Tejo, no Douro ou no Guadiana. Como as águas estão infestadas com lixo radioactivo, todos vocês vão brilhar mais do que o colecte reflector que, como bom foleiro que é, você tem pendurado no banco do lado do seu automóvel.

6 comentários:

Anónimo disse...

¡Albricias, Barranquense Returns......!

VE disse...

Soy como el Batman. Simpre volvo, assí que la ciudad me llama.

VE disse...

"Volvo"?! Donde estaba con la cebolla, Dios mío...

Anónimo disse...

Correo electrónico de un amigo: filomeno2006@yahoo.es.

Anónimo disse...

Gabriel Salgado Fernandez

Anónimo disse...

antoniosalgado@instanet.es